Text Size

Atuação - O que fazemos

Mãos do professor acompanhando a leitura em Braille do aluno com deficiência visualPrograma de Atendimento

Nosso público-alvo são pessoas em fase escolar com visão subnormal (baixa-visão) e com cegueira – congênita ou adquirida – associada ou não, a outras deficiências.
No plano da habilitação e reabilitação educacional, oferecemos avaliação funcional do desenvolvimento; avaliação funcional da visão; pedagogia especializada em inclusão escolar; apoio e suprimento com recursos didático-pedagógicos especializados – realizados em nossa sede e/ ou apoios externos – para promover o processo ensino-aprendizagem que envolva alunos com deficiência visual.

Atendimento Externo

Realizamos orientação técnica-pedagógica; treinamento de locomoção e independência no lar, no bairro, na escola; orientação técnica a família, profissionais interessados e outras pessoas que convivam com o aluno e; à comunidade que necessite desses serviços, de modo geral.

Capacitação Profissional

Oferecemos estágios; orientação técnico-pedagógica; cursos de formação, atendendo necessidades específicas de outras organizações; cursos rápidos de informações educacionais básicas sobre avaliação e reabilitação da criança com deficiência visual; e publicações de livros e apostilas (em alguns casos, também com apoio externo).

Serviços Abertos à Comunidade

Centro de Recursos:

  • Sala Pedagógica, com materiais específicos para conhecimento e experimentação dessa criança, que entre vários fatores, auxiliam e facilitam a aquisição da habilitação para o processo ensino-aprendizagem desde a Educação Infantil; em espaço definido para alunos de Fundamental I; de Fundamental II; Ensino Médio; Graduação e; demais necessidades especiais de nossos beneficiários. Na mesma sala, se dá o apoio ao aperfeiçoamento do Projeto Lingüístico, para a Língua Portuguesa, por meio da “Oficina da Palavra”, no que tange à exercitação da leitura e escrita para o aluno com deficiência visual: em Braille ou texto ampliado. Ainda nesse espaço, dá-se a Avaliação Funcional da Visão e o Atendimento Especial de Estimulação Precoce, Habilitação e Reabilitação para beneficiários que dependam desse apoio;

  • Sala de Estudos específicos para apoio ao aluno deficiente visual, nas áreas de Química, Física, Matemática, Biologia, Arte-Educação, Língua Portuguesa, Inglesa e Espanhola;

  • Espaço Multiuso para o Ensino de Leitura e Escrita no Sistema Braille, Curso de Soroban, Capacitação e/ ou Orientação Técnico-Pedagógica, Musicalização, Informática para deficientes visuais (em fase de implantação), espaço aberto a profissionais da área para troca de conhecimento, reuniões, entre outros;

  • Sala de Arte com estímulo especial para a educação da sensibilidade, Arte-terapia e ante-sala de relaxamento, utilizada anteriormente ao início do trabalho na Sala de Arte e/ ou a qualquer trabalho realizado no Projeto Acesso, em que se detecte a necessidade de tranquilizar/ re-equilibrar e apoiar emocionalmente o aluno;

  • Curso de Informática: Introdução ao Ensino de Informática;

  • Espaço para produção de material tátil (desenho em relevo, entre outros) e para montagem de uma mini Gráfica Braille Informatizada e de uma mini Biblioteca Braille;

  • Espaço Profissionalizante aos nossos beneficiários para aplicação de Shiatsuterapia; Treino para Habilitação no uso do Soroban Adaptado aos Deficientes Visuais e; Iniciação à Musicalização, Canto e Musicografia Braille;

  • Espaço Convivência: para apoio ao desenvolvimento da leitura e escrita da impressão em tinta (adaptado), a fim de que possam assinar seus documentos e em demais contextos sociais, já que são pessoas alfabetizadas, em processo de formação contínua e, portanto, não carecem de se utilizarem das impressões digitais como assinatura; desenvolvimento das habilidades motoras para esse tipo de escrita e preparação para refinamento da musculatura que lhes permite a “pinça” para o uso adequado do lápis, condição básica que nos diferencia enquanto seres sociais que somos; espaço para o encontro coletivo de nossos beneficiários, pela troca de experiências, por eles denominado Projeto “Nós por Nós Mesmos”; apoio para o desenvolvimento de habilidades para construção de textos, mais especificamente a Redação, com vistas à preparação para o Vestibular, entre outros;

  • Teatro: tem por objetivo promover o desenvolvimento para melhoria na qualidade das Expressões Verbal e Corporal, aos nossos beneficiários;

  • Projeto “Cuidando do Cuidador”, acolhimento aos pais e/ou responsáveis de nossos beneficiários, por meio da Arte-terapia e da Quick Massagem; Veja as fotos.

  • Sala da Administração e do Serviço Social;

  • Bazar Permanente

  • Espaço para adaptação de eventos beneficentes.

  • Oficina Pedagógica: criação, produção e venda de recursos pedagógicos específicos para a criança com deficiência visual, em fase de implantação.

  • Voluntariado: grupos da comunidade envolvidos com a confecção de recursos pedagógicos e artesanato, organização de eventos beneficentes, digitação de documentos, traduções e transcrições (Braille/ tinta e vice-versa), leitura do livro impresso em tinta para nossos alunos, gravações de Livro-Falado, busca de recursos, entre outros.

Clique aqui e veja nossa Galeria de fotos.

 

Trabalhos de arte feitos pelos alunos do Projeto Acesso